2 de abril de 2012

SEMANA SANTA: JESUS, O CRUCIFICADO-RESSUSCITADO

Após a Quaresma, tempo de conversão, de oração, de penitência, somos chamados a vivenciar a Semana Santa, que inicia-se com a celebração do Domingo de Ramos e culmina com o Tríduo Pascal, com as celebrações do Lava-pés, Paixão e morte de Jesus e sua Ressurreição.Nesta semana, caminhamos juntos com o próprio Cristo para a sua Paixão e Morte, pois nós cristãos devemos estar junto com ele, carregando a cruz e não esperarmos somente o Cristo glorioso, o Cristo ressuscitado.
No domingo de Ramos nossa Igreja iniciando a Semana Santa, faz memória da entrada de Jesus em Jerusalém, com ramos. Aqui vemos a antecipação da Páscoa o aclamando-o  Cristo, o vencedor em sua Paixão.
Nos dias feriais até quarta-feira nos chama a atenção que em todo o evangelho é marcado pela preparação imediata da Páscoa. Trazendo algumas figuras importantes, primeiro a ressurreição de Lázaro, depois temos no quarto evangelho (João), a proclamação da Ceia nos mostrando atitudes de cada discípulo, em especial a de Pedro e Judas Iscariotes e o caminho de Judas para a traição, a entrega do próprio Mestre, interessante que observamos que os discípulos caminham ao contrário de Jesus, não querem ser reconhecidos como seus seguidores. O único que acompanhou Jesus no momento do Calvário, foi João.
Na quinta-feira a Igreja celebra duas instituições a do Sacramento da Ordem e também do Sacramento da Eucaristia. Na celebração da manhã, toda a Diocese é convidada a celebrar a Missa dos Santos Óleos, em que o bispo diocesano abençoa os óleos que serão utilizados para as celebrações dos Sacramentos, os óleos dos catecúmenos, do Crisma e dos Enfermos. E os padres são convidados a renovarem as promessas sacerdotais, feitas em sua Ordenação Presbiteral.
Na celebração da noite iniciamos o Tríduo Pascal, que não acaba na missa da quinta, mas que só terá término na celebração da Vigília Pascal, no Sábado Santo. No primeiro dia do Tríduo, recordamos o gesto do serviço e da última Ceia, Jesus que Lava os pés dos seus discípulos e depois ceiam com ele.
Já na sexta-feira a Igreja nos convida a um dia dedicado ao silêncio, a oração, a abstinência de carne e Jejum, também a fazer a nossa oração diante de Jesus. Neste dia não há celebração da missa em nenhum lugar, somente há a celebração da Palavra e adoração da Santa Cruz que pode ser seguida com a procissão da Paixão e Morte, com o Senhor morto.
Chegamos, a celebrações da celebrações, que é a Vigília Pascal, em que abençoa-se o fogo novo, há a proclamação da Páscoa, o crucificado, Jesus de Nazaré está em nosso meio, ressuscitado. Somos renovados no nosso Batismo, com as promessas e renascido para vivermos uma vida nova.
Portanto, vivamos bem esta semana, vivendo-a intensamente, participando das atividades que a nossa comunidade propõe. Viver o mistério pascal é caminhar com Jesus de Nazaré junto ao Calvário, carregar a cruz com Ele! Pois é passando pela cruz que chegaremos a glória da Ressurreição, não queiramos deixar Jesus de lado na sua Paixão e somente procurar-lo na Ressurreição, pois Ele faz sua entrega total na cruz para traz a toda a humanidade a salvação dos pecados.
Boa Semana Santa!
Daniel Bento Bejo

Nenhum comentário:

Postar um comentário