19 de janeiro de 2012

Mc 3,7-12

O evangelho do dia de hoje é do evangelista Marcos 3,7-12 e S. Bernardo, monge faz comentário sobre este evangelho, e este texto é retirado do site: www.evangelhoquotidiano.org
Comentário ao Evangelho do dia feito por São Bernardo (1091-1153), monge cisterciense e doutor da Igreja Os graus de humildade e de orgulho, cap 3, §§ 6.12
 

«Os que sofriam de enfermidades caíam sobre Ele para Lhe tocarem»
 

Segui o exemplo de Nosso Senhor, que quis sofrer a Sua Paixão para assim aprender a compaixão, sujeitar-Se à miséria para assim compreender os miseráveis. Tal como «aprendeu a obedecer, sofrendo» (Heb 5,8), quis aprender também a misericórdia. [...] Talvez acheis bizarro o que acabo de dizer de Cristo: Ele que é a sabedoria de Deus (1 Cor 1,24), que tinha Ele a aprender? [...]
Reconheceis que ele é Deus e homem numa só pessoa. Enquanto Deus, é eterno, teve sempre conhecimento de tudo; enquanto homem, nascido no tempo, aprendeu muitas coisas no tempo. Desde que começou a ser na nossa carne, começou também a aprender pela experiência as misérias da carne. Teria sido mais feliz e sábio para os nossos primeiros pais não terem de fazer esta experiência, mas o seu criador «veio procurar aquele que estava perdido» (Lc 19,10). Teve pena da Sua obra e veio procurá-la, descendo misericordiosamente para onde ela tinha perecido miseravelmente. [...]
Não foi simplesmente para partilhar a sua desgraça, mas por empatia com a sua miséria e para os libertar: para Se tornar misericordioso, não como um Deus na Sua felicidade eterna, mas como um homem que partilha a situação dos homens. [...] Maravilhosa lógica de amor! Como teríamos nós podido conhecer esta misericórdia admirável se ela não Se tivesse inclinado sobre a miséria existente? Como teríamos podido compreender a compaixão de Deus se ela tivesse permanecido humanamente estranha ao sofrimento? [...] À misericórdia de um Deus, Cristo uniu pois a de um homem, sem a mudar, mas multiplicando-a, como está escrito: «Tu salvarás os homens e os animais, Senhor. Ó Deus, como fizeste abundar a Tua misericórdia!» (Sl 35, 7-8 Vulg). 

Espero que ajude na meditação...
Estou em novena e espero a compreensão de todos, pois estou trazendo somente a citação do evangelho e um comentário feito por um santo... mas semana que vem estarei postando as meditações... Estou na novena na Paróquia de São Sebastião em Pitangueiras... Aproveitem para também acessar o blog da Paróquia e ver o que está aontecendo em nossa Novena (www.pssebastiaomartir.blogspot.com)
Um forte abraço  e fique com Deus
Boa meditação e oração
Daniel Bento Bejo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário