27 de dezembro de 2011

João, o discípulo amado


Hoje vamos meditar e partilhar a Palavra de Deus com o evangelho de São João 20,2-8 que vem nos mostrar que após a paixão e morte de Jesus, Maria Madalena vai ao túmulo e não vê Jesus lá. Ela saiu correndo para dizer aos apóstolos, um deles era Pedro e o outro era João, o discípulo amado. Somente creram quando viram pessoalmetne o túmulo vazio.

Hoje celebramos a festa de São João, apóstolo e evangelista.
"João foi provavelmente educado, como o irmão Tiago, em ambiente da seita dos zelotes (...) foi um dos mais ativos mebros do grupo, um daqueles a quem o Senhor confiou maior número de encargos e os mais íntimos segredos. (Mt 17,1-8; Mc 13,3; Lc 22,8) (...). João, colocou no centro de seu evangelho a manifestação de Deus ao mundo na pessoa do Cristo: Jesus é filho de Deus, e se apresenta como tal mediante seus grandes "eu sou" e mltiplas manifestações concretas. A tais manifestações João dá o nome de 'testemunho' ou de 'missão', numa série de 'sinais' da 'glória' de Deus; o mais importante destes 'sinais' realiza-se na hora da glorificação de Cristo no mistério pascal. Estes sinais perpetuam-se na vida da Igreja e nos sacramentos da presença do Senhor. As Cartas de João prolongam o ensinamento do seu Evangelho. O Apocalipse é essencialmente uma meditação sobre o significado da história, redigida segundo um gênero literário muito usado no mundo hebraico". (Missal Cotidiano p. 1838)

Que possamos nesta oitava do Natal, celebrando estas festas que são oferecidas para nós, entrarmos cada vez mais no mistério da Encarnação do Filho de Deus.
Boa oração e meditação
Fique com Deus
Daniel Bento Bejo

Nenhum comentário:

Postar um comentário