12 de outubro de 2011

VIVA A MÃE DE DEUS E NOSSA – SOLENIDADE DE NOSSA SENHORA APARECIDA



Hoje celebramos a solenidade de Nossa Senhora Aparecida, sejamos envolvidos e também modelos de Maria para a vida de cada pessoa e de cada brasileiro.



Em 1773, nas águas do Rio Paraíba, apareceu, isto é, foi achada por alguns pescadores, uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, que se tornou objeto de crescente devoção do povo brasileiro. O apelido popular dado à imagem é ‘Nossa Senhora Aparecida’. Em seu santuário, na cidade de Aparecida do Norte (Estado de São Paulo), vêem-se aos milhares os testemunhos de sua proteção celestial sobre os filhos da nação brasileira: inúmeros ex-votos ali estão, a recordar os benefícios obtidos com a inovação da Mãe de Deus sob o título de ‘Nossa Senhora Aparecida’. Com toda a razão foi ela proclamada Padroeira e Rainha do Brasil.”

“Viva a Mãe de Deus e nossa, sem pecado concebida. Viva Virgem Imaculada, oh Senhora Aparecida”
Hoje celebramos no nosso país, a nossa padroeira, a Mãe Aparecida.
Maria é exemplo de Mãe, em sua simplicidade, humildade deu seu SIM para que o projeto o Pai realizasse dentro da humanidade. Dar à luz o Filho do Altíssimo concebido pelo Espírito Santo, este Filho que em nos trazer a salvação.
A devoção a Maria tem seu significado em estabelecer uma relação com Deus.
Maria é Imaculada, sem mancha do pecado, é Assunta ao céu, preservada imune de toda a mancha de culpa original, terminado o curso da vida terrestre, foi assunta em corpo e alma à gloria celeste, é Mãe de Deus e nossa Mãe, é Virgem e como diz as profecias de Isaías e Miquéias que uma Virgem conceberás e darás a luz um Filho.
Desde que pus os pés em terra brasileira, nos vários pontos onde passei, ouvi este cântico. Ele é, na ingenuidade e singeleza de suas palavras, um grito da alma, uma saudação, uma invocação cheia de filial devoção e confiança para com aquela que, sendo verdadeira Mãe de Deus, nos foi dada por seu Filho Jesus no momento extremo da sua vida para ser Nossa Mãe” (Da Homilia na Dedicação da Basílica Nacional de Aparecida, do papa João Paulo II)
E no trecho bíblico de hoje primeiramente no livro do Apocalipse (12,1.5.13a.15-16ª) fala que apareceu um grande sinal do céu, uma mulher revestida de sol, a lua debaixo de seus pés e na cabeça uma coroa, fazendo a ilusão a figura de Maria. E no evangelho de João (Jo 2,1-11) na passagem das Bodas de Caná, Maria é aquela que está junto do seu Filho e na hora que acaba o vinho ela diz para fazer o que Jesus disser.
Que deixemos nos modelar pelo exemplo de Maria, por suas atitudes, feitos, no seu doar inteiramente para que a Vontade do Pai se realizasse.

Ainda nas falas de João Paulo II “A devoção a Maria é fonte de vida cristã profunda, é fonte de compromisso com Deus e com os irmãos. Permanecei na Escola de Maria, escutai a voz, segui os seus exemplos, como ouvimos no Evangelho, ela nos orienta para Jesus: ‘Fazei o que ele vos disser’ (Jo 2,5). E, como outrora em Caná da Galiléia, encaminha ao Filho as dificuldades dos homens, obtendo dele as graças desejadas. Rezemos com Maria e por Maria: ela é sempre a ‘Mãe de Deus e nossa’”.

Reze neste momento uma Ave-Maria, peça um coração igual ao de Maria sempre a serviço da Palavra e agradeça ao dom da sua vida, do seu chamado, do seu trabalho!
 
NOSSA SENHORA APARECIDA, ROGAI POR NÓS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário