23 de outubro de 2011

O maior mandamento


"Eu vos dou um novo mandamento: que vos amaeis uns aos outros assim como eu vos amei, disse o Senhor!
Hoje neste XXX Domingo do Tempo Comum somos chamados por meio do evangelista Mateus 22,34-40, a praticarmos e a observarmos os dois primordiais mandamentos que Deus nos dá, ele que resumem todos os outro: Amar a Deus sobre todas as coisas e Amar ao próximo como a si mesmo, sõa dois mandamentos que por muitas vezes é amis fácil amar a Deus, porque Ele está na nossa transcendência, no mundo celeste, pois aquele que está ao nosso lado nem sempre é fácil amar, suportar, é sempre mais difícil, complicado.....

Um jesuita, bispo e doutor da Ireja chamado São Roberto Berlamino, escreve me um dos seus discirsos sobre o Maior Mandamento, e que deixou também para você meditar neste dia!
Retirado do site: www.evangelhoquotidiano.org

«Qual é o maior mandamento?»
O que ordenas, Senhor, aos Teus servos? «Tomai sobre vós o Meu jugo» respondes Tu. E como é o Teu jugo? «O Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve.» Por conseguinte quem não deseja levar de boa vontade um jugo que não oprime, mas que incentiva; uma carga que não esmaga, mas que consola? Tu acrescentaste, precisamente: «E encontrareis descanso» (Mt 11,29). E qual é o Teu jugo, que não cansa mas dá descanso? É o primeiro e o maior dos mandamentos: «Amarás ao Senhor, teu Deus com todo o teu coração». O que há de mais fácil, de mais agradável, de mais doce que amar a bondade, a beleza, o amor que Tu és inteiramente, Senhor meu Deus?
Além disso, não prometeste uma recompensa aos que seguissem os Teus mandamentos «mais desejáveis que o ouro e mais doces que o mel»? (Sl 18,11) Sim, prometeste exactamente uma recompensa e uma recompensa infinita, como disse o Teu apóstolo São Tiago: «receberá a coroa da vida que o Senhor prometeu aos que O amam» (Tg 1,12). [...] E diz São Paulo, inspirando-se em Isaías: «O que os olhos não viram, os ouvidos não ouviram, o coração do homem não pressentiu, isso Deus preparou para aqueles que O amam» (1Co 2,9).
Na realidade, «há grande benefício em guardar os Teus mandamentos». Não só o primeiro e o maior dos mandamentos beneficia quem o cumpre, e não apenas a Deus que o estabeleceu; também os outros mandamentos aperfeiçoam o homem que os observa, fortificam-no, educam-no, valorizam-no e, por último, tornam-no bom e feliz. Se fores sensato, compreenderás que foste criado para glória de Deus e para a tua salvação eterna, que é esse o teu fim, o centro da tua alma, o tesouro do teu coração. Se chegares a esse resultado, serás feliz; se não, serás infeliz. 
 
Fique com Deus e um bom domingo....
Daniel Bento Bejo

Nenhum comentário:

Postar um comentário